quinta-feira, 30 de abril de 2009

PSD de Portalegre considera "inqualificável" o uso de crianças em tempo de antena do PS

O presidente da Comissão Política Distrital do PSD de Portalegre, Cristóvão Crespo, considerou hoje "inqualificável" a utilização de crianças de uma escola de Castelo de Vide, alegadamente sem autorização, num tempo de antena do PS.

"Em todo o processo, mais não pretendeu o PSD senão denunciar a inqualificável atitude dos responsáveis do PS e do Governo, que não olharam a meios para obterem efeitos mediáticos para a sua propaganda politica partidária", declarou. 

Em causa está um tempo de antena do PS onde aparecem crianças de uma escola do primeiro ciclo de Castelo de Vide a elogiar o computador Magalhães. Os pais não tinham autorizado a utilização das imagens para esse fim, o que já levou o secretário-geral do PS, José Sócrates, a pedir-lhes desculpa. 

Para Cristóvão Crespo, que falava aos jornalistas durante uma conferência de imprensa na sede do partido, em Portalegre, "as desculpas não se pedem, evitam-se". "Os pedidos de desculpas apresentados aos pais não resolvem a questão de fundo mas representam uma justa vitória daqueles que não se conformaram com tão graves práticas, que colocam em causa uma saudável vivência em democracia", sublinhou. 

O líder do PSD de Portalegre espera agora ver "clarificada" a situação e aguarda que sejam "responsabilizados" cada um dos protagonistas deste caso para que a culpa "não morra solteira". 

Na Assembleia da República a oposição acusou hoje o PS de aproveitamento abusivo dos meios do Estado e exigiu um inquérito para apurar que responsável público pediu a gravação das imagens que depois apareceram num tempo de antena socialista. Contestando as acusações da oposição, o deputado socialista Bravo Nico reclamou por parte do PS um "comportamento eticamente inatacável".
In Público Online

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

banner for http://www.eurobilltracker.com