segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Turismo interessado no golfe de Marvão - Barata quer impugnar venda

O Grupo Fernando Barata pondera impugnar o processo de aquisição extrajudicial do Golfe de Marvão pelo Instituto do Turismo de Portugal. A empresa hoteleira, que também é credora do processo de insolvência da infra-estrutura, considera que o Instituto pretendente adquirir o golfe para o vender, posteriormente, ao The Edge Group.

"O objecto social do Turismo de Portugal não é a compra e venda de empreendimentos. Tememos que esta operação seja para vender o golfe a outro investidor", frisa Paulo Lopes, do grupo hoteleiro. José Menezes e Castro, do The Edge Group, garantiu ao CM que a aquisição do golfe "está fora de questão". O grupo, liderado por Pais do Amaral, já tinha desistido da compra devido à impossibilidade de adquirir o aldeamento contíguo, Aldeia D’Azenha, obra do Grupo Fernando Barata.

CREDOR:
400 000 EUROS é o valor da dívida reclamado pelo Grupo Fernando Barata, no processo de insolvência do antigo Ammaia Clube Golfe de Marvão.

Alexandre M. Silva / Correio da Manhã

Etiquetas: , , , ,

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

banner for http://www.eurobilltracker.com