quinta-feira, 10 de abril de 2008

Mini tornado em Castelo de Vide arranca mil árvores


Violentos ventos, classificados pelas autoridades locais como um "pequeno tornado" arrancaram cerca de mil árvores, na sua maioria sobreiros e azinheiras, na zona de Castelo de Vide.

O "pequeno tornado" ocorreu cerca das 21h30 de ontem e atingiu uma área de 125 hectares no norte da freguesia de Póvoa e Meadas, naquele concelho.
"Ainda não temos a classificação do Instituto de Meteorologia (IM), mas, à partida, terá sido uma espécie de tornado, que afectou um corredor com uma largura de 150 metros e sete quilómetros e meio de comprimento" afirmou à Lusa António Pita, vereador da Câmara Municipal de Castelo de Vide.

Após a noite marcada por "ventos extremamente violentos", os proprietários florestais da área afectada apenas durante o dia de hoje se aperceberam do "fenómeno" e dos danos provocados, declarou António Pita.
"O fenómeno apanhou, essencialmente, uma área florestal constituída por azinheiras e sobreiros, bem como várias dependências agrícolas, como palheiros" tendo atingido também "vedações e muros de divisão de propriedades", de acordo com o autarca.

O primeiro levantamento levado a cabo pelos serviços florestais da autarquia relata "500 azinheiras arrancadas ou derrubadas, numa propriedade", no entanto o vereador estima que o número total de árvores danificadas atinja o dobro.
"Os serviços estão a fazer um levantamento rigoroso da situação para avaliar os prejuízos totais" assegurou António Pita, indicando que também se verificaram diversos danos na rede eléctrica, como a destruição de postos de transformação.

Rui Conchinha, segundo comandante Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Portalegre, confirmou que a área em causa foi alvo de um "evento meteorológico adverso", que se pensa ter sido um "pequeno tornado".
"O levantamento ainda está a ser feito, mas o fenómeno atingiu uma área significativa de azinheiras e sobreiros de grande porte, que foram arrancados pela raiz e alguns deles arrastados várias dezenas de metros", explicou à Lusa.
Na quarta-feira à noite os bombeiros do concelho vizinho de Nisa foram alertados para a queda de "duas ou três árvores" na estrada municipal que liga Póvoa e Meadas a Montalvão (concelho de Nisa).
"Cortaram as árvores, para manter a via aberta, mas, como era de noite, não analisaram os terrenos envolventes. Hoje é que o proprietário da herdade nessa zona constatou a situação e alertou as autoridades", esclareceu Rui Conchinha.

O IM afirmou que desconhece a ocorrência de um tornado naquela zona do concelho de Castelo de Vide, mas explicou à Lusa que a situação meteorológica da altura era "propícia" a fenómenos dessa natureza.
In Diário Digital

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

banner for http://www.eurobilltracker.com