quarta-feira, 7 de maio de 2008

Trabalhadores da Delphi voltam à greve



Os trabalhadores da Delphi em Ponte de Sor, que cumpriram ontem um dia de greve, decidiram avançar com duas novas paralisações a 15 e 20 deste mês. Em declarações à Lusa, o secretário-geral do Sindicato das Indústrias Metalúrgicas e Afins, José Simões, explicou que a decisão foi tomada em plenário de trabalhadores. "A administração da Delphi demonstrou alguma abertura, mas não a suficiente para responder ao que os trabalhadores pretendem, pelo que vamos fazer mais duas greves, de 24 horas cada", explicou.


O plenário decidiu ainda que, se a administração não der uma "resposta mais efectiva", depois das paralisações "os trabalhadores poderão avançar para uma greve mais continuada". "Na altura, se for caso disso, iremos decidir como é que será essa greve ou quantos dias poderá durar", acrescentou José Simões.


Segundo o dirigente sindical, mais de 90% dos trabalhadores da unidade de Ponte de Sor aderiram à greve de ontem, que decorreu até às 24 horas. Quanto ao Sindicato dos Trabalhadores da Química, Farmacêutica, Petróleo e Gás (Sinquifa), garantiu que a adesão se cifrou nos "100%" no turno da noite e nos "92%" durante o dia, provocando a "paralisação total da produção".


Contudo, fonte da administração da Delphi, contactada pela Lusa, rebateu estes números , garantindo que a adesão não ultrapassou os "48%".


O protesto foi convocado devido à "falta de resposta" da administração da empresa às propostas de indemnizações, na sequência do anúncio do encerramento da unidade no primeiro trimestre de 2009. A fábrica de Ponte de Sor emprega 439 operários efectivos, além de cerca de 80 a contrato.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

banner for http://www.eurobilltracker.com